enkontra.com
Fechar busca

Mundo

mundo

Papa chega para visita histórica aos Emirados Árabes

  • Por Estadão Conteúdo

Cidade do Vaticano, 03 – O papa Francisco chegou neste domingo aos Emirados Árabes Unidos, fazendo história como o primeiro pontífice que viaja à Península Arábica. O religioso deseja melhorar as relações entre cristãos e muçulmanos e apoiar a comunidade católica da região.

Horas antes, Francisco pediu com urgência respeito à trégua imposta no Iêmen em dezembro e autorização para o envio de alimentos e medicamentos, em meio à pior crise humanitária mundial. Fez o pedido no Vaticano, antes de entrar no avião que o levaria aos Emirados Árabes, um país aliado da Arábia Saudita na campanha militar no Iêmen. Ao falar no Vaticano, Francisco evitou assim um mal-estar com os anfitriões, abstendo-se de tratar do tema enquanto está na região.

Francisco viaja a Abu Dabi para participar em uma conferência sobre diálogo inter-religioso patrocinada pelo Conselho Muçulmano de Anciãos, um grupo sediado nos Emirados Árabes contrário ao fanatismo religioso e para a promoção de uma forma moderada de Islã. É uma iniciativa do xeque Ahmed el-Tayeb, grande imã de Al-Azhar, o respeitado centro egípcio de aprendizagem sobre o islamismo sunita que tem mil anos e é frequentado por clérigos e estudiosos de todo o mundo.

Na terça-feira, o papa fará uma grande celebração religiosa no principal estádio esportivo da cidade, com expectativa de 135 mil presentes. O evento ocorre no momento em que o Oriente Médio sofre um êxodo de cristãos, que fogem da perseguição dos extremistas do Estado Islâmico e de outros grupos.

Os Emirados Árabes têm atualmente mais de 9 milhões de habitantes, dos quais cerca de 1 milhão são nascidos no país, os demais sedo estrangeiros que foram à rica federação petroleira para trabalhar. A Igreja Católica acredita que no país existam aproximadamente 1 milhão de católicos, a maioria filipinos e indianos, que deixaram suas famílias e enfrentam muitas vezes situações precárias, denunciadas regularmente por grupos pelos direitos humanos. Fonte: Associated Press.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas