Outro médico da Serra Leoa morreu devido ao Ebola, sendo o décimo a sucumbir à doença, disse um oficial de saúde neste domingo.

Aiah Solomon Konoyeima morreu no sábado. Antes dele, outros dois médicos haviam falecido depois de contrair Ebola.

Konoyeima trabalhava em um hospital infantil da capital e teve resposta positiva ao teste de Ebola há cerca de duas semanas. Ele foi tratado no Centro de Tratamento de Ebola Hastings.

Como o Ebola é transmitido por meio de fluidos corpóreos expelidos quando a pessoa está doente ou morta, é às vezes chamado de “doença dos cuidadores”. Centenas de trabalhadoras do setor de saúde foram infectados dessa maneira.