Um político reformista iraniano disse neste sábado que as autoridades do Irã bloquearam o acesso a dois websites que defendem a candidatura de Mohammed Khatami à Presidência do país. O ex-presidente já declarou que desafiará o atual presidente, Mahmoud Ahmadinejad, nas eleições de 12 de junho.

O anúncio armou o cenário para um duelo político entre Khatami, um reformista popular, e Ahmadinejad, um linha-dura afinado com a liderança religiosa que controla o país. Khatami havia feito da abertura do diálogo com o Ocidente uma marca de sua administração.

O reformista Majid Ansari disse que, ao bloquear os sites, as autoridades tentam aumentar a pressão sobre a oposição antes das eleições.