O impacto econômico da decisão do Reino Unido de deixar a União Europeia, o famoso Brexit, tem sido relativamente modesto até o momento, afirmou a Moody’s em relatório.

“O crescimento econômico do Reino Unido continuou estável no terceiro trimestre, reafirmando nossa visão de um impacto negativo moderado do Brexit na economia até agora”, disse Colin Ellis, co-autor do relatório e diretor da Moody’s. “As pressões de preços ao produtor, que vinham sendo refletidos sequencialmente nos preços ao consumidor desde o plebiscito, esfriando significativamente em outubro, consistente com a nossa expectativa de pico da inflação nos próximos meses”, afirmou.

Nesta quinta-feira, o Escritório Nacional de Estatísticas (ONS, na sigla em inglês) do Reino Unido publicou a segunda estimativa para o Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro trimestre, o qual apontou crescimento de 0,4% em relação ao trimestre anterior e de 1,5% na comparação anual.