A Federação de Estudantes de Hong Kong disse que decidiu interromper as negociações com o governo em razão do que chamaram de falta de atitude da polícia a respeito da violência contra os manifestantes, o que inclui o ataque de grupos do crime organizado.

“O governo e a polícia permitiram que tríades (grupos mafiosos chineses) e outras forças atacassem manifestantes pacíficos, efetivamente colocando um fim à negociação. Eles devem ser responsabilizados”, disse a Federação em comunicado divulgado em sua página no Facebook.

Os envolvimento de grupos do crimes organizado, ou tríades, não pôde ser confirmado, mas pessoas não identificadas têm sido vistas atacando os manifestantes.

“O governo havia dito ontem que desejava conversar com os estudantes, mas hoje perdeu a confiança do público. Eles reprimiram sem justificativa o movimento Occupy, o que efetivamente representa uma remoção”, diz o documento. “Enquanto o governo vai contra si mesmo, não há escolha a não ser interromper as negociações.”

No comunicado, a Federação ainda pede que os cidadãos saiam para as ruas e protejam vários locais de protesto, já que o governo planeja remover os manifestantes das áreas de reunião. Fonte: Dow Jones Newswires.