O general do alto escalão da força área da Venezuela Francisco Yanez retirou seu apoio ao governo de Nicolas Maduro neste sábado. Yanez é o primeiro oficial de alta patente do país a abandonar Maduro desde o dia 23 de janeiro, quando o presidente da Assembleia Nacional, Juan Guaidó, se autodeclarou presidente do país.

“A transição para a democracia é iminente”, disse Yanez em um vídeo postado no YouTube, descrevendo Maduro como um ditador e se referindo a Guaidó como seu presidente. No vídeo, o general diz ainda que “90 por cento” das forças armadas da Venezuela estão contra Maduro.

Yanez se recusa a dizer se ainda está na Venezuela ou fora do país. A reportagem da agência Associated Press conseguiu contato com ele ligando para um número de celular da Colômbia. Yanez confirmou sua posição e disse que não daria mais declarações até ter autorização do “comandante-chefe da força armada legal (do país), que é o presidente Juan Guaidó”. Fonte: Associated Press.