Os Estados Unidos também expulsaram nesta terça-feira o principal diplomata sírio em território norte-americano, em protesto contra o massacre ocorrido em Houla no final de semana, no qual 108 pessoas morreram, muitas delas mulheres e crianças.

“Nós responsabilizamos o governo sírio pela morte de pessoas inocentes”, disse a porta-voz do Departamento de Estado, Victoria Nuland, informando que o agente diplomático Zuheir Jabbour tem 72 horas para deixar o país. As informações são da Dow Jones.