Autoridades militares do Iêmen afirmaram que 26 pessoas foram mortas em conflitos entre rebeldes xiitas e tribos sunitas no sul do país. Os rebeldes, conhecidos como houthis, foram apoiados por tropas do exército no combate contra tribos sunitas na província de Bayda. Entre as vítimas, 16 eram houthis e 10 eram de tribos sunitas contrárias aos rebeldes.

Milhares de pessoas foram às ruas no Iêmen neste sábado para protestar contra a tomada do governo por rebeldes xiitas. Manifestações aconteceram nas cidades de Ibb, Taiz, Hodeida, Dhamar e na capital do país, Sanaa.

Além disso, a imprensa dos Emirados Árabes Unidos afirmou hoje que o país fechou sua embaixada em Sanaa. Durante a semana, Arábia Saudita, Estados Unidos, França, Reino Unido, Itália e Alemanha tomaram a mesma medida. Fonte: Associated Press.