A agência de refugiados das Nações Unidas (Acnur) informou que enviou ajuda para a capital da Somália pela primeira vez em cinco anos. Refugiados continuam a chegar a Mogadiscio vindas das partes mais afetadas pela falta de alimentos.

Um porta-voz do Alto Comissariado para Refugiados disse que um avião de carga Ilyushin IL-62 aterrissou em Mogadiscio no início da tarde desta segunda-feira em Mogadiscio com 31 toneladas de materiais para construção da abrigos. Andrej Mahecic disse que mais voos serão realizados nos próximos dias.

Ele disse à Associated Press nesta segunda-feira que ajuda enviada por terra e pelo mar demoram muito e não dão conta do enorme fluxo de somalis que se dirigem para Mogadiscio.

Segundo a Acnur, cerca de 100 mil pessoas fugiram para a capital nos últimos dois anos. A ONU estima que dezenas de milhares de pessoas morreram de desnutrição na Somália nos últimos meses. As informações são da Associated Press.