A FCA (Fiat Chrysler Automobiles; dona das marcas Fiat e Jeep) anunciou nesta semana uma parceria com a Visa para desenvolvimento de soluções de pagamento integradas ao carro. A inovação ainda está em fase de desenvolvimento, mas deve servir para remunerar desde pedágios a combustíveis até refeições em drive-thru.

“Estamos trabalhando na desconstrução do [cartão de crédito de] plástico. Por que não pensar no carro realizando pagamentos?”, questionou Erico Fileno, diretor executivo de inovação da Visa, em um evento em São Paulo para apresentar as novidades das duas empresas para 2020.

De acordo com Fileno, para que não haja problemas com segurança caso o carro seja roubado, a plataforma de pagamento será em nuvem e estará ligada ao motorista, não ao carro, como tags de pedágio. Além disso, os 12 dígitos do cartão de créditos serão reproduzidos em token. “Ou seja, os números verdadeiros do cartão não são informados na transação”, garantiu o executivo.

Para desenvolver soluções como essa, a Visa conta com 14 centros de inovação abertas no mundo, sendo que São Paulo abriga o único hub latino-americano, destinado à conversão do dinheiro físico para o digital.

Prevista para 2020, a solução ainda precisa passar pelas etapas de prototipagem, viabilidade de produto e viabilidade comercial, afirmou Mateus Silveira, head de produto, inovação e conectividade da FCA América Latina.

Concessionária virtual

De olho em um consumidor detalhista, mas bastante atarefado, o grupo ítalo-americano lançou, em novembro, visitas virtuais ao vivo a uma concessionária: o Fiat Live Experience. Por meio de um sistema com câmera, o usuário pode conhecer um carro ao vivo, como se estivesse dentro ou ao lado dele. Neste primeiro momento, a tecnologia está disponível apenas para o Fiat Argo.

Segundo a marca, a interação é guiada por especialistas que respondem a perguntas e apresentam as principais funcionalidades dos veículos. A capacidade é para 3.500 atendimentos por dia.