Rio – O ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, reafirmou hoje, no Rio, que o governo federal elegeu como uma de suas prioridades a reforma do poder Judiciário, em discurso no encerramento do XVI Fórum Nacional de Altos Estudos. Segundo o ministro, o governo entende que a consolidação e o fortalecimento da nossa democracia passa, necessariamente, pela modernização do Judiciário.

?A ampliação do acesso à Justiça e a melhoria da qualidade dos serviços prestados pelo Judiciário são os desafios principais a serem enfrentados. Por isto mesmo, é necessário um diagnóstico profundo e global sobre o poder Judiciário de forma a conhecer melhor a sua estrutura?, afirmou.

O ministro lembrou que o governo federal está desenvolvendo na Secretaria de Reforma do Judiciário, do Ministério da Justiça, uma série de iniciativas que visam exatamente a definição de um diagnóstico global das ações da Justiça e de suas diversas faces.

?Partimos da constatação de que não há soluções mágicas para os problemas do Judiciário. Suas dificuldades somente serão sanadas através do desenvolvimento conjunto de uma série de medidas e uma delas é a de que a reforma do Judiciário passa necessariamente pela modernização de sua gestão, através da implantação de medidas que independem de alterações legislativas?.