Mais de cinco mil jornalistas, representando 69 países de cinco continentes, já estão credenciados para a cobertura da quinta edição do Fórum Social Mundial (FSM), que começa na próxima quarta-feira (26) em Porto Alegre.

A Companhia de Processamento de Dados do Município (Procempa) já concluiu a interligação dos 12 locais onde serão realizadas as atividades do fórum por meio da Infovia, o anel de fibras ópticas da prefeitura. A rede, que cresceu 10 quilômetros para o FSM, foi implantada em toda a extensão dos Parques da Harmonia e Marinha do Brasil, na Marina Pública e nos armazéns do cais do porto, no centro da cidade. A tecnologia será conectada aos 650 computadores disponibilizados para o encontro, o que permitirá a transmissão de informações a uma velocidade de até 100 megabytes/segundo, mais de mil vezes superior à da linha discada.

Para isso, a Procempa instalou 850 pontos de rede nos ambientes, que ligarão os computadores do fórum e os notebooks dos participantes às fibras ópticas. Outros dois pontos, na Usina do Gasômetro e no Parque da Harmonia, terão acesso sem fio à internet. Segundo o gerente de Operações da companhia, Lafaiete Everardi, o desafio foi proporcionar tecnologia de alta performance num lugar desprovido de infra-estrutura.

Nesta quinta-feira, começa a distribuição das credenciais aos jornalistas na Central de Imprensa montada na Usina do Gasômetro. Com isso, os profissionais estarão habilitados para circular nas dependências do fórum e terão acesso às entrevistas coletivas, a todas as atividades do encontro e às estruturas de apoio.