Os juros nominais utilizados para o pagamento da dívida pública totalizaram em novembro R$ 10,3 bilhões, contra R$ 11,1 bilhões em outubro, segundo os dados divulgados nesta quarta-feira (22) pelo Banco Central. A queda deve-se a operações favoráveis ao BC no mercado financeiro. No ano, o total de juros utilizados chegou a R$ 116,7 bilhões (7,3% do PIB). Em doze meses, concluídos em novembro, os juros nominais registraram R$ 125,6 bilhões (7,7%).

Com esse volume total de juros, o setor público registrou déficit nominal de R$ 3,5 bilhões no mês passado, mas, segundo as informações do BC, "a continuidade do bom resultado fiscal, aliado ao menor volume de juros nominais apropriados, contribuíram para a redução do déficit nominal
acumulado no ano", que passou de R$ 66 bilhões (4,7% do PIB) em 2003 para R$ 31,9 bilhões (2% do PIB) em 2004.