Divulgação
requiao181104_2.jpg

Iniciativa é inédita no país.

Ao lançar o portal "Gestão do Dinheiro Público" nesta quinta-feira (18), o governador Roberto Requião contou que, quando senador, tentou por diversas vezes conhecer o conteúdo dos contratos firmados entre as montadoras de automóveis que se instalaram no Paraná e o governo anterior. No entanto, nem mesmo por vias judiciais, Requião conseguiu as informações, tidas como "segredo comercial". "A partir de agora, todas as despesas feita pelo meu Governo vão estar na internet. Só se recusa a essa transparência quem tiver um motivo para não aceitá-la", afirmou Requião.

Inédita no país, a página www.gestaododinheiropublico.pr.gov.br inclui detalhes sobre receitas e despesas, dívidas externa e interna do Estado, pagamentos efetuados, precatórios e orçamento. "Abre-se uma perspectiva de fiscalização por parte da sociedade e é isso que nós queremos: transparência", salientou o governador, que vai disponibilizar gratuitamente a tecnologia do portal para os Poderes Legislativo e Judiciário.

Os dados que estarão disponíveis na internet serão atualizados em tempo real e estarão abertos para toda a população, em qualquer lugar do mundo. Segundo o presidente da Celepar, Marcos Mazoni, não se trata de um resumo das informações, mas sim dos dados reais. "O internauta vai encontrar alguns temas técnicos porque as informações são as mesmas que constam na contabilidade das Secretarias. Não há nenhuma transformação ou organização dos dados. Mas uma conta paga ao meio-dia estará disponível um minuto depois", exemplificou.

Para o secretário para Assuntos Estratégicos, Nizan Pereira, o portal vai garantir transparência e controle social das ações do Governo. "O Governo do Paraná teve a ousadia de mostrar todas as suas contas e agora a população vai poder controlar mais de perto o que está sendo feito com o dinheiro público. Essa medida não deixa de ser mais uma das ações da atual administração para o resgate da cidadania", afirmou Pereira.

Transparência

Requião afirmou que mesmo agora, como governador, ainda encontra dificuldades para acessar algumas informações, mas acredita que com o portal todas as dificuldades impostas pela burocracia serão superadas. O governador lembrou que a primeira medida para garantir a transparência dos gastos do Governo foi um decreto que determinava que os pedidos feitos por parlamentares fossem respondidos em no máximo cinco dias.

Mas, segundo Requião, o portal é uma solução mais eficiente. "Toda a contabilidade do Estado do Paraná estará na internet. Será um espaço para mim, como governador e cidadão, saber o que se gasta e para quem se paga", destacou. De acordo com o decreto nº 3.895 que instituiu o portal, toda a administração direta terá 30 dias para disponibilizar suas informações. Além da Celepar, a Secretaria da Fazenda também participou da elaboração da página.

Estiveram presentes no lançamento do portal secretários de Estado, deputados, prefeitos, além do procurador-geral de Justiça, Milton Riquelme de Macedo, e o presidente da Associação Comercial do Paraná, Cláudio Slavieiro.