O ministro da Pesca, José Fritsch, está em Paranaguá, no Paraná, onde, acompanhado de autoridades estaduais ligadas ao meio ambiente, faz uma vistoria às áreas afetadas pelo óleo que derramou do navio chileno que explodiu na baía de Paranaguá. O ministro visita as colônias de pesca da região, onde vivem cerca de quatro mil pescadores. Para minimizar a situação, o ministro confirmou a liberação do seguro defeso que deverá beneficiar pelo menos 1.500 pescadores cadastrados na Colônia de Pescadores de Paranaguá. Os pescadores receberão um salário mínimo durante os próximos meses.