Dez empresários paranaenses embarcam na próxima sexta-feira, dia 13, com destino à China, em missão empresarial promovida pelo Sistema Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), por meio do Centro Internacional de Negócios. O retorno está previsto para o dia 22 de outubro. Durante este período, os empresários, orientados pelo CIN, irão em busca de novos mercados e negócios.

A missão inclui ainda a visita à Feira de Cantão – 100ª. Feira de Bens de Exportação da China, de 16 a 18 de outubro. A feira concentra produtos como eletrodomésticos; eletrônicos; máquinas, equipamentos e ferramentas; hardware; lâmpadas e materiais de iluminação; materiais de construção; bicicletas, motos, pequenos veículos e peças; produtos químicos, minerais e matérias primas; maquinaria e mecanismos para veículos e construção; peças de vestuário; carpetes e tapetes; têxteis e matérias primas; calçados; produtos em pele, couro e plumagem; produtos de saúde e medicinais e equipamentos médicos.

Os empresários também visitarão Hangzhou, capital de Zhejiang, província-irmã do Paraná, cuja Federação das Indústrias local (CCPIT) possui acordo de cooperação com a Fiep. Em Hangzhou será realizado um seminário de apresentação do Paraná e de produtos e serviços de cada empresa participante da missão.

O CIN reservou um dia para encontros de negócios, previamente agendados, de acordo com os setores e interesses das empresas paranaenses. O vice-presidente da Fiep e coordenador do Conselho Temático de Exportações, Ardisson Nain Akel, juntamente com o consultor de negócios para Ásia do CIN, Elias Antunes, participarão da missão para orientar os empresários.

Em maio, o CIN, promoveu um encontro entre empresários paranaenses e a delegação chinesa da província de Zhejiang. Estiveram presentes representantes do Departamento de Proteção Ambiental e do Conselho Chinês para Promoção do Comércio Internacional (CCPIT), entre outros grupos interessados em oportunidades de investimento e parcerias com o Paraná nas áreas de bioenergia, agricultura, maquinários, indústria química, manufatura de equipamentos avançados, infra-estrutura e finanças.

A China é o quarto mercado mundial para exportação de produtos paranaenses, atrás da Argentina, Alemanha e Estados Unidos. No ano passado foram exportados o equivalente a US$ 608,2 milhões para aquele país, ante uma importação de US$ 180 milhões, resultando num saldo positivo da balança comercial de US$ 428,2 milhões. Grãos de soja, mesmo triturados, lideram a listagem dos principais produtos exportados, com 64,9%.