Ao deixar o depoimento do empresário Luiz Antonio Vedoin na Polícia Federal, o vice-presidente da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Sanguessugas, deputado Raul Jungmann (PPS-PE), disse que o empresário esclareceu quais congressistas receberam dinheiro em espécie da Planam. O vice-presidente da CPMI considerava difícil encontrar provas materiais contra esses parlamentares. Mas, segundo Vedoin relatou no depoimento, há testemunhas do recebimento do dinheiro. Como exemplo, ele citou a transação de um parlamentar acusado que teria sido vista por três testemunhas.

Jungmann elogiou o depoimento de Vedoin, que avalia ser consistente e convergente. "Vedoin tem repetido tudo o que já disse, mas também apresentou novidades", comentou.

Participação do Executivo

O vice-presidente da CPMI voltou a defender que a sub-relatoria que vai investigar o envolvimento do Poder Executivo comece os trabalhos logo após a entrega do relatório parcial, na próxima quinta-feira (10). Ele quer que a sub-relatoria atue mesmo no período eleitoral. "Com o depoimento de hoje, é inequívoco que a sub-relatoria deve iniciar os trabalhos imediatamente.