A Ponte Preta conseguiu sua segunda vitória consecutiva dentro do Campeonato Brasileiro ao superar o Figueirense por 3 a 0, neste domingo, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela décima rodada. A vitória foi construída ainda no primeiro tempo e deixou o time campineiro com 14 pontos, um a menos do que o seu adversário.

Há um mês a Ponte não vencia em casa, desde quando superou o Corinthians, por 3 a 2. Além disso, este também foi o segundo jogo sem que sua defesa sofresse gol, o que comprova o acerto no sistema de marcação.

Os gols saíram em erros de marcação do time visitante. O primeiro, aos 31 minutos, quando Tuto foi lançado em velocidade por Iran e da entrada da área tocou longe do goleiro Andrey. Os outros dois gols foram parecidos. Aos 4 minutos, Edson errou na saída de bola, Tuto lançou Luís Mário em velocidade que também chutou na saída do goleiro. Um minuto depois, outro contra-ataque, Almir lançou Carlinhos nas costas da defesa e ele tocou por cima de Andrey.

No segundo tempo, o Figueirense teve uma tímida reação. Com cinco jogadores suspensos, o técnico Adilson Batista ficou sem opções no banco de reservas. Mesmo assim, Fininho merecia ter marcado o gol de honra aos 20 minutos, quando desferiu uma bomba da intermediária, mas a bola explodiu no travessão. Após o susto a Ponte segurou o resultado.

Os dois times só voltam a campo no dia 12 de julho, uma quarta-feira. A Ponte enfrentará o Internacional, em Porto Alegre, enquanto o Figueirense receberá o Santos.