Todas as atividades do comércio varejista no País registraram expansão nas vendas em janeiro deste ano ante igual mês do ano passado, segundo o IBGE. Os principais impactos no aumento de 11 8% foram dados por hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo. É a atividade que mais pesa na pesquisa, com cerca de 30% do total e aumento 8,4% em janeiro.

As vendas do ramo de móveis e eletrodomésticos cresceram 16% em janeiro; outros artigos de uso pessoal e doméstico (29,6%); tecidos, vestuário e calçados (15,4%); artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (16,2%); combustíveis e lubrificantes (3,1%); equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (24,7%); e livros, jornais, revistas e papelaria (8,1%).

Houve expansão significativa também nas vendas de veículos e motos, partes e peças (20,9%) e material de construção (9,6%), mas essas duas atividades são pesquisadas a parte e não entram no cálculo total da pesquisa.