Algaci Túlio: cuidado com
as ofertas tentadoras.

A proximidade do Dia dos Pais intensificou a publicidade e promoções. Em função disso, o coordenador estadual do Procon, Algaci Túlio, orienta que ?ao sair para as compras, o consumidor deve ter em mente a real necessidade do produto, evitando comprar por impulso e avaliando bem as ofertas, que algumas vezes são tentadoras?.

Depois de escolhido o produto, é importante a pesquisa de preços, verificando as formas de pagamentos, a veracidade das promoções, e evitar as compras por impulso. ?Optando pelo telefone celular, deve analisar com cuidado o contrato e as condições do plano oferecido?, alerta o coordenador, ?pois o presente implica numa despesa adicional no orçamento doméstico?.

Na aquisição de produtos elétricos ou eletroeletrônicos, pode ser solicitado ao vendedor que retire o produto da embalagem para uma demonstração de funcionamento. O manual, em português, e o certificado de garantia, preenchido, deverão acompanhar a mercadoria.

Pagamento

Solicite descontos para pagamentos à vista; financiando, tenha conhecimento dos juros aplicados e do valor total da compra. Se utilizar cartão de crédito, deve ser cobrado o preço à vista. Quando o pagamento for feito com cheques pré-datados, peça para constar na nota fiscal e o preenchimento dos cheques deve ser nominal à empresa.

A exigência da nota fiscal da mercadoria é muito importante, pois sem ela não será possível efetuar trocas, não haverá garantia do produto e não será possível fazer qualquer reclamação.

O prazo para realizar uma reclamação é de 30 dias para produtos não duráveis, como alimentos e artigos de perfumaria. Para bens duráveis – roupas e eletrônicos – é 90 dias.

O Procon-PR disponibiliza atendimento telefônico de segunda à sexta-feira, das 8h30 às 18h, pelo 0800 41 1512; pessoalmente, das 9 às 17h, na Al. Cabral, 187, Centro, Curitiba. Consultas e informações também podem ser obtidas pelo ?Procon online?, no site www. pr.gov.br/proconpr.