O presidente mundial do grupo PSA Peugeot Citroën, Christian Streiff, anunciou um investimento de R$ 110 milhões no Brasil para o lançamento de uma nova família de veículos no ano que vem. O executivo, porém, não revelou qual será o novo modelo.

Streiff também disse que hoje será iniciado o terceiro turno da fábrica de Porto Real, no sul do Estado do Rio de Janeiro. Cerca de 700 pessoas vão trabalhar nesse turno adicional o que deverá contribuir para que a produção da unidade de Porto real passe das atuais 100 mil unidades por ano para 150 mil no ano que vem.

Na Argentina, o terceiro turno já foi implementado desde outubro e a produção no país vizinho também será ampliada em 50%, totalizando 150 mil unidades por ano.

No total, o grupo PSA planeja investir US$ 500 milhões no Brasil e na Argentina nos próximos anos, sendo US$ 350 milhões para pesquisa e desenvolvimento e US$ 150 milhões para aumento de produção nos dois países. O executivo não revelou, porém, qual será a divisão dos recursos para cada país.

O governador Sérgio Cabral, que participou da cerimônia de anúncio dos investimentos do grupo, brincou com Streiff, dizendo que a melhor divisão do dinheiro seria de US$ 450 milhões para o Brasil e apenas US$ 50 milhões para a Argentina, defendendo como critério de escolha o número de Copas do Mundo conquistadas por cada país.