O ministro da Fazenda, Guido Mantega, deixou esta tarde o prédio da Petrobras em Brasília, onde se reuniu o Conselho de Administração da empresa. No entanto, Mantega não quis informar se o plano de investimentos da estatal foi aprovado. “O presidente do conselho não se manifesta sobre isso”, afirmou. Segundo ele, a Petrobras informará mais tarde sobre o resultado da reunião, no Rio de Janeiro.

Mantega confirmou que a ministra do Planejamento, Míriam Belchior, integrará, provisoriamente, o conselho de administração, na vaga deixada pelo ex-ministro da Casa Civil, Antônio Palocci. A escolha de um membro é feita pela Assembleia Geral Ordinária da Petrobras, que se reúne uma vez por ano e que já se reuniu em abril deste ano. Até a decisão da Assembleia, a vaga é ocupada por um membro provisório.