A confiança do empresariado italiano caiu mais do que o esperado em maio, atingindo seu menor nível desde agosto de 2009, à medida que se deterioraram significativamente as perspectivas de novas encomendas, informou hoje o Instituto Nacional de Estatística (Istat). O índice de confiança empresarial recuou para 86,1 em maio, de 89,1 em abril – os dados de abril foram revisados para baixo, ante um preliminar de 89,5.

A previsão média de dez economistas consultados pela Dow Jones era que a confiança dos empresários na terceira maior economia da zona do euro cairia para 88,7. A piora no clima de maio afetou todos os setores industriais e de todas as regiões da Itália. As perspectivas para as encomendas caíram notadamente no interior do país. As informações são da Dow Jones.