A inflação medida pelo Índice Geral de Preços – 10 (IGP-10) apresentou leve aceleração de fevereiro para março. O índice subiu 1,10% este mês, ante taxa de 1,08% em fevereiro, segundo informou hoje a Fundação Getúlio Vargas (FGV). A taxa de março ficou dentro das estimativas dos analistas, que apostavam numa elevação entre 0,84% e 1,12%, mas ficou acima da mediana das expectativas (1,05%).

A FGV revelou ainda as taxas dos três componentes do IGP-10. O Índice de Preços por Atacado – 10 (IPA-10) subiu 1,34% em março, após avançar 1,15% em fevereiro. O Índice de Preços ao Consumidor – 10 (IPC-10), que mensura a inflação no varejo, teve alta de 0,78% em março, ante aumento de 1,09% em fevereiro. Já o Índice Nacional do Custo da Construção – 10 (INCC-10), que representa a evolução de preços na construção civil, mostrou avanço de 0,33% neste mês, em comparação com a alta de 0,55% apurada no mês passado. Até março, o IGP-10 acumula alta de 2,40% no ano. Nos 12 meses encerrados em março, a inflação acumulada é de 1,30%.