O Grupo Silvio Santos escolheu o Paraná como uma região estratégica para entrar na concorrência com as grandes redes nacionais de lojas de móveis e eletrodomésticos.

Isso porque a compra das lojas da antiga rede Dudony (que ainda está sendo discutida em um recurso no Tribunal de Justiça do Estado, por débitos tributários das proprietárias anteriores da rede) e a gradual inauguração das unidades com a bandeira Baú da Felicidade Crediário deve quintuplicar, em um curto espaço de tempo, o número de lojas do grupo, que já tinha estabelecimentos em São Paulo.

A rede, que abriu 26 lojas na semana passada, pretende inaugurar mais 73 unidades no Estado, totalizando as 99 previstas até o final de agosto. Uma empresa a BF PAR foi constituída no Paraná, a fim de administrar a cadeia de lojas, e prometeu nem só manter os cerca de mil funcionários da antiga Dudony, como abrir mais 500 novas vagas. “Viemos para ficar, desenvolver nosso trabalho no Paraná e gerar empregos”, declarou o diretor de vendas de varejo do Grupo Silvio Santos, Décio Pedro Thomé.

Sobre a manutenção dos mesmos funcionários da antiga rede de lojas, Thomé justificou: “Eles conhecem o mercado, são pessoas que atenderam excepcionalmente bem os clientes até agora. Nada mais acertado do que tê-los em nossa empresa”.

Para ele, a contratação de funcionários paranaenses é uma das premissas do grupo. “Confiamos no potencial do Estado e, sobretudo, nos profissionais paranaenses”, afirmou.

As primeiras 12 unidades do Grupo foram inauguradas há uma semana, em Curitiba, Maringá, Londrina, Ponta Grossa, Cascavel, Campo Mourão e Apucarana. Na sexta-feira (21), foi a vez de Paranavaí, Nova Esperança, Umuarama, Colorado, Loanda, Paiçandu, Marialva, Mandaguari, Jandaia do Sul, Nova Londrina, Faxinal, Porecatu, Paranaguá e Colombo.

A loja da avenida Brasil, em Maringá, teve atenção especial: autoridades, diretores do Grupo Silvio Santos e até atores do SBT compareceram. Segundo o departamento de marketing da Baú Crediário, a estratégia de levar celebridades às lojas deve continuar.