A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) divulgou nesta terça-feira nota de apoio aos incentivos econômicos anunciados na segunda-feira pelo governo federal. Entre as medidas, divulgadas pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, estão a redução de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) nas vendas de carros, além da liberação de depósitos compulsórios recolhidos ao Banco central (BC) dentro de um acordo com os bancos para aumentar o crédito destinado ao financiamento de veículos.

“As medidas são abrangentes, integradas e importantes, envolvendo estímulos ao consumo, ao investimento e ao crédito por meio da redução da carga tributária, dos depósitos compulsórios e de taxas de juros para aquisição de bens de capital”, diz a nota da Febraban. “Estas medidas contribuirão para acelerar o crescimento, para a expansão do crédito a taxas maiores que o crescimento do PIB e para a continuada redução do spread bancário e do custo das operações de crédito”.