O Banco Central (BC) informou nesta sexta-feira que a estimativa para a dívida externa brasileira em janeiro de 2013 é de US$ 317,816 bilhões. Em dezembro de 2012, esse saldo era estimado em US$ 316,740 bilhões. No fim de 2011, estava em US$ 298,204 bilhões.

A dívida externa de longo prazo atingiu US$ 280,4 bilhões, enquanto o estoque de curto prazo foi estimado em US$ 37,4 bilhões para o mês passado.

Segundo o BC, entre os principais fatores de variação da dívida externa de longo prazo destacaram-se as captações líquidas de empréstimos tomados pelo setor bancário (US$ 832 milhões); a emissão líquida de títulos pelo setor não financeiro (US$ 461 milhões); e as amortizações líquidas de títulos pelo setor financeiro (US$ 261 milhões). A variação por paridades ampliou o estoque de endividamento externo de longo prazo em US$ 345 milhões.