A presidente Dilma Rousseff disse hoje que o aumento da taxa básica de juros (Selic) pelo Banco Central foi uma das medidas que estão sendo tomadas no controle da inflação. Ela ressaltou, no entanto, que o impacto das medidas já anunciadas ainda não surtiu efeito. Durante reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), Dilma destacou que é preciso ter responsabilidade e serenidade na condução da política econômica.

“Nós estamos monitorando a economia e prontos para tomar medidas sempre que for necessário. Eu tenho compromisso com o controle da inflação e eu cumpro os meus compromissos”, disse a presidente, emendando que também tem compromisso com o crescimento, porque isso representa a melhoria da qualidade de vida da população e a inserção de milhões de pessoas no consumo. “Eu cumpro meus compromissos”, reiterou também com relação ao crescimento.

Em seguida, a presidente Dilma disse que compreende que alguns setores da economia tenham dúvidas sobre como o governo vai agir para combater a inflação. “Compreendo que alguns tenham dúvida e que duvidem de tudo”, disse a presidente, acrescentando que esses setores insistem em cobranças de tal e qual medidas. Mas, segundo ela, não é possível tomar decisões no “calor e na paixão”. “Isso não quer dizer que não estaríamos aquecidos para tomar as medidas e ações que serão necessárias”. “Não nos furtaremos de colocar em ação todas as medidas necessárias e urgentes”, acrescentou.