A Copel Telecom vai ampliar o programa BEL Fibra, serviço de internet e telefonia por meio de fibras ópticas, para mais quatro cidades paranaenses neste ano. Atualmente oferecido em Curitiba e Irati, o serviço estará disponível também em Ponta Grossa, em maio, e em Foz do Iguaçu, Marechal Cândido Rondon e Telêmaco Borba no segundo semestre.

“Nossa meta é atender empresas e residências de 25 cidades até o fim de 2014”, diz o presidente da Copel, Lindolfo Zimmer. “O objetivo é ser, a médio prazo, uma opção de banda larga para todos os paranaenses”.

O serviço está disponível hoje em 38 bairros de Curitiba e 10 de Irati, com pacotes de banda larga com velocidades entre 20 a 100 Mbps (megabits por segundo). A Companhia realiza cerca de 80 ligações novas por mês, em média, a preços que variam de R$ 109 a R$ 349. Se contratar também o serviço de telefonia, prestado pela Sercomtel, o preço final tem um desconto de R$ 20.

Integração

Além de possibilitar a atuação da Copel Telecom como provedora de banda larga, o anel óptico está permitindo a integração digital das instalações do Governo Estadual. Este segmento corresponde a mais de 20% dos 19 mil circuitos já estabelecidos pela Copel Telecom no Paraná, sendo 2,2 mil para possibilitar conexão ultrarrápida às escolas estaduais.

Muitas prefeituras e órgãos públicos municipais também já exploram a disponibilidade do backbone de fibras ópticas para implantar programas de cidades digitais, levando os serviços públicos aos cidadãos por meios virtuais e acelerando a inclusão digital. Empresas e provedores locais de internet são outros segmentos que se beneficiam diretamente da fibra óptica.