O governo alemão fez nesta segunda-feira um apelo para que seja fechado logo um acordo sobre a criação de um imposto sobre transações financeiras na União Europeia.

“O governo da Alemanha quer o imposto sobre transações financeiras e quer que ele seja implementado o quanto antes”, afirmou Steffen Seibert, porta-voz da chanceler Angela Merkel.

No mês passado, a UE chegou a um acordo para permitir que 11 nações da região adotem um pequeno tributo sobre negócios com ações, bônus e derivativos, numa prévia do imposto proposto, que entraria em vigor até janeiro de 2014.

Membros da coalizão governista de Merkel têm demonstrado preocupação com a ideia do novo imposto e defendem que pequenos investidores sejam protegidos. Além disso, o porta-voz do Ministério de Finanças, Martin Kotthaus, comentou hoje que a meta estabelecida para janeiro próximo é “ambiciosa”. As informações são da Dow Jones.