Divulgação
brasil160806.jpg

 Jogadores comemoram o gol de
empate contra a Noruega.

O técnico Dunga estreou nesta quarta-feira (16) no comando da seleção brasileira com um empate contra a Noruega por 1 a 1, em Oslo. Os gols da partida amistosa saíram no segundo tempo – Pedersen abriu o placar e Daniel Carvalho fez o gol da igualdade -, quando a equipe do Brasil foi bem melhor e criou várias chances de gol. Com muito mais disposição da mostrada na Copa do Mundo, a seleção foi elogiada pelo novo comandante, que agora terá o desafio de enfrentar a rival Argentina, no dia 3 de setembro, em Londres.

No primeiro tempo, a seleção brasileira tentou imprimir um ritmo forte e conseguiu algumas boas jogadas em tabelas pela direita, principalmente com os avanços de Cicinho. Num desses lances, aos nove minutos, Fred recebeu na entrada da área e chutou rasteiro para a defesa do goleiro Myhre.

Depois dessa jogada, a atuação do Brasil caiu graças à forte marcação que os noruegueses fizeram, o que provocou várias reclamações dos brasileiros. Fora algumas jogadas aéreas dos donos da casa, que contaram com falhas do goleiro Gomes, o lance de maior perigo até o intervalo foi brasileiro. Aos 26, Fred cabeceou da entrada da pequena área e Myhre fez grande defesa.

Na segunda etapa, a seleção brasileira foi bem melhor que os primeiros 45 minutos, mas sofreu um gol, logo aos cinco minutos, numa falha coletiva da defesa. Pedersen bateu falta despretensiosa pela direita, a bola cruzou toda a área do Brasil e foi direto para o gol.

Mesmo em desvantagem, os brasileiros continuaram tocando a bola e conseguiram o empate, aos 16 minutos, numa bela jogada pela esquerda. O atacante Daniel Carvalho recebeu na entrada da área, pelo lado esquerdo, e chutou forte para decretar o empate. Depois, o Brasil perdeu várias chances – com Vágner Love, Elano e Robinho -, mas mostrou a disposição que não se viu na Copa do Mundo.

Ficha técnica:

Noruega 1 X 1 Brasil

Noruega: Myhre; Haestad, Hagen (Waeheler), Stromstad (Grindheim) e Riise; Hangeland, Andresen, Rambekk e Pedersen (Arst); Solskajer (Iversen) e Carew (Braaten). Técnico: Age Hareide

Brasil: Gomes; Cicinho (Maicon), Juan (Alex), Lúcio e Gilberto; Gilberto Silva, Edmílson (Dudu Cearense), Elano (Júlio Baptista) e Daniel Carvalho (Vágner Love); Fred e Robinho. Técnico: Dunga

Gols: Pedersen, aos cinco, e Daniel Carvalho, aos 16 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Rambekk e Arst (Noriega); Edmílson (Brasil).
Árbitro: Stuart Dougal (Fifa-Escócia).
Local: Ullevaal Stadion, em Oslo (Noruega).