A deputada Angela Guadagnin (PT-SP) afirmou, durante entrevista a uma emissora paulista de rádio, que o fato de ter dançado no plenário da Câmara ontem, após a absolvição do colega de partido, o petista João Magno, não teve como intenção comemorar a impunidade e nem agredir os cidadãos brasileiros. A deputada pediu desculpas e pediu compreensão a quem se sentiu ofendido por sua manifestação de alegria. Ela admitiu que a atitude pode ter sido indevida.