A esperança trazida pelas vacinas contra o novo coronavírus deve chegar aos curitibanos. De acordo com o prefeito Rafael Greca (DEM), Curitiba tem R$ 20 milhões em recursos garantidos para a compra das doses para imunizar a população, assim que elas estejam aprovadas e disponíveis no Brasil. “Nós temos dinheiro separado para comprar vacinas”, afirmou Greca, nesta sexta-feira (4), em entrevista ao jornal Meio Dia Paraná, da RPC.

LEIA MAIS – Lockdown na região metropolitana de Curitiba aos domingos é discutido em reunião nesta sexta

“A minha ideia é que todas as vacinas cheguem a Curitiba. A do Butantã, que é um centro de referência nacional e mundial e também, a da Universidade de Oxford, que é o acordo que o Ministério da Saúde tem com a Inglaterra. Mas se também, a vacina Johnson e Johnson for boa, vamos também trazê-la. O importante é que a regulação federal, porque hoje a Autoridade Sanitária Federal é que diz qual vacina pode entrar no país, ela permita que as cidades e os estados imunizem o mais rapidamente a sua população”, disse o prefeito.

LEIA AINDA – Governo do Paraná proíbe venda de bebidas após as 23h e aglomerações com mais de dez pessoas

Greca ainda confirmou que mantém contato com o governador de São Paulo, João Dória (PSDB), e que eles já conversaram sobre uma possível compra da vacina CoronaVac, que é produzida pelo Instituto Butantã em parceria com o laboratório chinês Sinovac. No entanto, a compra só poderá ser feita com a autorização do da Anvisa e do governo federal. 

Escalada de casos de covid-19

A prefeitura de Curitiba prorrogou na quinta-feira (3), a bandeira laranja na qual a cidade se encontra desde a sexta-feira, dia 27 de novembro. A decisão veio após uma escalada nos casos de coronavírus por causa da pandemia. Além da bandeira laranja, Curitiba também segue as medidas do decreto estadual, que proíbe a venda de bebidas após às 23h e as aglomerações com mais de 10 pessoas.

VIU ESSA? Para dar conta da demanda, Prefeitura abre novo hospital exclusivo pra covid-19 em Curitiba

Na quinta-feira, Curitiba registrou 1.380 novos casos de covid-19 e 13 mortes de moradores da cidade infectados pelo novo coronavírus, conforme boletim da Secretaria Municipal da Saúde. Ainda segundo o informe, a capital, tinha nesta data 93% dos 344 leitos exclusivos para covid-19 ocupados.