Rodando em Colombo com um Voyage roubado no começo de agosto, ao ser abordado por policiais da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR), Willian da Silva de Alcantara, 18 anos, disse que comprou o carro por R$ 2 mil. Ele foi preso em flagrante e autuado por receptação.

O Voyage foi tomado em assalto na quinta-feira da semana passada (4). Na terça-feira (9), equipe da DFR investigava um roubo a residência no bairro Roça Grande quando encontrou o veículo abandonado em um local suspeito. Quando Willian e outro rapaz entraram no carro, foram abordados.

William2

Willian afirmou ser o proprietário do carro e foi detido. De acordo com o delegado André Feltes, da DFR, o suspeito relatou ter comprado o Voyage em uma página do Facebook onde eram ofertados os chamados veículos “piseiras” (carros comprados irregularmente e passados de um dono a outro sem as devidas transferências).

O delegado comentou ainda que Willian teria como verificar se o carro tinha alerta de furto ou roubo antes de comprá-lo. “Ele estava adquirindo o veículo por um valor muito abaixo ao de mercado e poderia ter feito uma consulta. Teria sim como saber. Usualmente, ‘piseira’ é a desculpa que eles utilizam quando sabem que compraram carros roubados ou furtados”, explicou André.