“Duvido” foi a palavra que decretou a morte de Diogo da Silva Ramos, 20 anos, no bairro Cajuru, na noite de sexta-feira. Ele foi ameaçado, tratou o inimigo com desdém e levou cinco tiros.

Testemunhas contaram para a polícia que um homem foi discutir com Diogo por volta das 20h30 de sexta-feira porque viu a garota por quem ele era apaixonado muito próxima do rapaz. Eles começaram a discutir na Rua Florianópolis, perto da esquina com a Rua Antenor José Tedeschi.

O assassino teria dito que mataria Diogo, e ele respondeu “duvido”. Diogo acabou morto com um tiro no pescoço, outro no ombro e três nas costas. Peritos do Instituto de Criminalística recolheram com ele uma bucha de cocaína. Familiares do rapaz declararam para a equipe da Delegacia de Homicídios que Diogo era usuário de drogas e trabalhava em uma empresa de som automotivo.