enkontra.com
Fechar busca

Curitiba e Região

E o frio?

Mesmo com chegada do outono, temperaturas devem demorar a cair em Curitiba

Depois de um verão de recordes de calor e chuvas em Curitiba, o outono deve ser bem mais ameno. Temperaturas não vão cair tão cedo

  • Por Gazeta do Povo
Foto: Antônio More/Arquivo/Gazeta do Povo
Foto: Antônio More/Arquivo/Gazeta do Povo

Depois de um verão marcado por recordes de calor e chuvas e que deixaram estragos em vários pontos de Curitiba, o outono deve ser bem mais ameno. O tempo quente permanece por mais tempo e há condição para a formação de mais áreas de instabilidade. E quem esperava que a chegada da nova estação trouxesse também aquele friozinho, pode deixar a japona no guarda-roupa porque as temperaturas não vão cair tão cedo. O outono começa nesta quarta-feira (20), às 18h58.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

De acordo com a meteorologista do Climatempo, Josélia Pegorim, a previsão é que não apenas Curitiba, mas toda a região Sul tenha apenas ondas de frio e não uma queda mais significativa nos termômetros. “As ondas de frio, quando chegarem, devem fazer com que a temperatura caia muito rápido, mas por uma curta quantidade de tempo”, explica a especialista. “Então, esse outono não deve ter uma sensação de frio tão constante quanto a gente já sentiu em anos anteriores”.

Justamente por isso, a média da estação pode ficar um pouco acima daquilo que vimos até então. E a explicação é justamente a influência do El Niño, que aquece as águas do Oceano Pacífico e bagunça a atmosfera em praticamente toda a América do Sul. “Uma das características desse outono vai ser o excesso de umidade. Além disso, a estação não vai ser marcada pelo frio extremo e pelo baixo risco de geada”, diz.

Segundo o meteorologista do Simepar, Reinaldo Kneib, o curitibano deve sentir uma variação maior nos termômetros somente a partir da segunda metade de abril, quando massas de ar frio um pouco mais intensas vão conseguir chegar à região e mudar o cenário de forma mais drástica. Até lá, porém, a capital ainda pode ter dias quentes e as poucas massas que avançarem não terão tanta força para ficar por muito tempo.

Chuvas

Se o outono tende a ter temperaturas acima da média, a influência do El Niño fará com que a estação seja bem mais chuvosa do que a média. De acordo com a meteorologista do Climatempo, o mês de abril até deve ter um baixo volume de chuvas, mas a frequência e a intensidade devem aumentar já a partir de maio. “Em maio, as pancadas são até ser um pouco mais regulares, mas ainda dentro da média. Já em junho, a expectativa é que chova bastante e até com certa intensidade”, diz.

 

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas