Uma festa rave que aconteceu na Estrada do Ganchinho, em Mandirituba, na noite de sábado (6), e que seria regada a muita droga, acabou com 60 pessoas levadas à delegacia. Numa blitz realizada na sproximidades da entrada da festa, policiais militares do 17.º Batalhão apreenderam 94 papelotes de LSD, 396 gramas de maconha, 47 frascos de lança perfume, 780 ml de clorofórmio (substância colocada nos lança perfumes), 235 comprimidos de ecstasy, 13 gramas de cocaína, uma porção de haxixe e mais dois tipos de drogas ainda pouco conhecidas: três gramas de mescalina e certa quantia de MB.

“Através de denúncias recebemos a informação que um carregamento de drogas seria entregue nesta festa rave. Fomos até o local, com um efetivo de 29 policiais militares, e iniciamos um bloqueio há uns metros do evento que resultou na abordagem de 995 pessoas e na vistoria de 25 vans, cinco ônibus, quatro carros e duas motos”, explicou o Comandante da operação, tenente Fabio Alessandri da Silva.

A operação iniciou às 22h e teve 60 pessoas encaminhadas à delegacia de Fazenda Rio Grande. Destas, três eram adolescentes. Os encaminhamentos resultaram em 33 termos circunstanciados (31 por posse de entorpecente e dois por falsidade ideológica) e 27 prisões por tráfico de drogas.

Chamou a atenção dos policiais a presença de novas drogas entre as apreensões. “MB é uma nova droga, pouco conhecida nas ruas, a qual seria usada como base de preparo do haxixe. Segundo as pessoas que estariam na festa, estes entorpecentes apreendidos seriam vendidos no local por um valor alto, sendo R$ 90,00 o papelote de LSD, R$ 200,00 o frasco de lança perfume e R$ 50,00 o comprimido de ecstasy”, explica o tenente Alessandri.

Divulgação/PM
Entre as drogas recolhidas: lança perfume, maconha, LSD, ecstasy, entre outras.