enkontra.com
Fechar busca

Curitiba e Região

Em Curitiba

Mulher e bebê ficam gravemente feridas após serem atropeladas por trem

  • Por Alex Silveira

Uma mulher identificada como Amanda, de 24 anos, foi atropelada por um trem na tarde desta terça-feira (23), no Cajuru, em Curitiba. Ela estava com uma bebê de 1 ano no carrinho. As duas ficaram gravemente feridas. O acidente ocorreu na Rua Osires Del Corso, por volta das 14h, próximo a um Centro Municipal de educação Infantil (CMEI), onde há também, ao lado, uma unidade de saúde. A mulher estava a caminho da unidade para uma consulta.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

O motorista de aplicativo Halefer Christian Stoqueiro Silva, 25 anos, foi quem socorreu a mulher. Ele seguia na Osíris Del Corso sentido Pinhais, e aguardava o trem passar. “Ela cruzou na frente do meu carro com o carrinho. A bebê estava de cinto, o trem apitou bastante, mas parece que ela não viu. Para não pegar na criança, ela atirou o carrinho pra longe. Eu estava com um passageiro, mas desci para ajudar”, contou.

Segundo Stoqueiro, a criança tinha ferimentos na cabeça e chorava assustada. Já a mulher ficou inconsciente, virada de bruços na lateral da linha. “Depois, chegou mais gente para ajudar e eu chamei o Siate. Os socorristas reanimaram ela”, explicou.

+Leia também: Funcionários da FAS são agredidos na Rodoviária por moradores de rua

A mulher foi encaminhada de ambulância com ferimentos graves para o Hospital do Trabalhador. A bebê seguiu com a avó, também de ambulância, para o Hospital Cajuru. Segundo os familiares, ela estava há algum tempo sem mamar e precisaria de cuidados quanto a isso.

Próximo à linha do trem há uma creche da prefeitura com cerca de 130 crianças matriculadas, o CMEI Conjunto Mercúrio. Populares informaram que já pediram uma passarela elevada no local, para evitar que as famílias corram riscos ao levar os filhos para a creche. “É uma reivindicação antiga. Esse não é o primeiro acidente de trem que ocorre aqui. Muita gente cruza a linha a pé todos os dias”, contou Karyne Hellen Policha, 37 anos, funcionária do Cemei.

Sobre o acidente da tarde desta terça, a Karyne Hellen confirmou a informação de que o trem apitou. “Quase acordou as nossas crianças por causa da buzina insistente”, disse.

No local, seguranças da empresa Rumo, responsável pelo trem, faziam a coleta de informações sobre a ocorrência, para investigação dos motivos do acidente. Nenhum deles deu entrevista.

Bebê apressadinho nasce dentro do carro enquanto pai enfrenta o trânsito pra chegar à maternidade

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

12 Comentários em "Mulher e bebê ficam gravemente feridas após serem atropeladas por trem"


dirce maria lopes
dirce maria lopes
1 mês 1 dia atrás

Irresponsabilidade da mãe ,trem não atropela ninguém ,trem não pode frear ,será que não escuta a buzina do trem o barulhão que faz,o cmei não pode sair dai só por causa do trilho de trem.as pessoas tem que ser mais atenadas, precisam prestar mais atenção

Pabllo Vittar
Pabllo Vittar
1 mês 1 dia atrás

Pobre criança, ia estar mais segura cuidando de si própria

Tiago Ribas
Tiago Ribas
1 mês 1 dia atrás

Impossível não ouvir o barulho do trem

Lasca Denovo
Lasca Denovo
1 mês 2 dias atrás

esse lugar do atropelamento é uma biqueira só!

Alto De Tantas Glórias
Alto De Tantas Glórias
1 mês 2 dias atrás

Opa, pessoas inteligentes que percebem que a culpa não é do trem! Pq tem um povinho que comenta aqui que toda vez que tem acidente crítica o trem!

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas