Poucos minutos depois do assalto a uma casa de frios, na tarde de ontem, o Voyage com placas de Foz do Iguaçu onde estavam os suspeitos bateu de frente com um micro-ônibus, no Tatuquara. O motorista do carro morreu, um passageiro foi levado em estado gravíssimo ao Hospital do Trabalhador e outro, segundo testemunhas, conseguiu fugir, mesmo machucado. Ninguém do micro-ônibus ficou ferido.

O dono da casa de frios, na Rua Arcésio de Barros Lima, contou que por volta das 18h três bandidos, dois armados, levaram dinheiro do caixa, a bolsa de sua esposa e salgadinhos e doces. “Minha esposa ainda tentou esconder o dinheiro, mas eles viram e ela teve que entregar. Não queríamos nos complicar”, comentou.

O prejuízo foi de cerca de R$ 2 mil. “Todo o dinheiro obtido com suor”, lamentou. O proprietário foi avisado pela polícia que o carro em que estavam os suspeitos do crime tinha se acidentado. Ele foi ao local e reconheceu o jovem morto como um dos assaltantes.

Arma

Segundo informações do responsável pela empresa do micro-ônibus, o Voyage entrou em alta velocidade na Rua Alda Basseti Bertholdi e invadiu a contramão. O motorista do carro, identificado como Murilo Clemente Ribeiro da Cruz, 18 anos, morreu na hora. O passageiro encaminhado ao hospital não teve o nome divulgado. Testemunhas contaram que o terceiro suspeito saiu do carro sangrando. A Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) investiga o crime.

No Voyage havia marca de tiro que, segundo familiares de uma das vítimas, não existia até ontem. No entanto, a Polícia Militar não deu informações sobre o assunto. No carro foi apreendido um revólver calibre 38.