Internado desde sexta-feira, quando chegou ao Hospital Cajuru com vários tiros, um paciente, identificado pela polícia apenas como Maicon, foi retirado do hospital, com auxílio da mãe, da namorada e de dois amigos, no Celta placa EBO 2096, às 17h45 de ontem.

O homem foi submetido a uma cirurgia durante o fim de semana e, segundo a assessoria do hospital, aguardava um novo procedimento cirúrgico. De acordo com informações de testemunhas, confirmadas pela Polícia Militar, a mãe e a mulher dele entraram no quarto e dois amigos ficaram no corredor, supostamente aguardando a vez de ver o paciente.

Golpe

Quando os seguranças do hospital perceberam, as duas mulheres e Maicon, que caminhava sozinho, estavam quase na porta de saída. Eles pediram o documento da alta médica e, enquanto as duas fingiam que procuravam nas bolsas, a dupla de amigos levaram Maicon para o carro e todos fugiram.

A assessoria do hospital não confirma se a fuga se deu nestas condições, mas afirma que assistentes sociais entraram em contato com a mãe dele, informando que o retorno dele é aguardado para a cirurgia.