Na manhã de sexta-feira, familiares de Cristiano dos Santos de Amaral, 26 anos, o “Gordo Murici”, receberam informações de que ele foi morto na Vila Uberlândia, Novo Mundo.

Eles foram até o Hospital do Trabalhador, e descobriram que ele deu entrada por volta de 1h30, já morto, atingido por vários tiros. Cristiano já esteve preso por roubo e era usuário de drogas há dez anos.