A executiva municipal do PSB decidiu quinta-feira (9) apoiar a candidatura de Rafael Greca (DEM) à reeleição para a prefeitura de Curitiba. Com isso, o deputado federal e ex-prefeito Luciano Ducci retirou sua pré-candidatura. Assim, o PSB segue o movimento do PSD, do governador Ratinho Junior, que abriu mão da candidatura de Ney Leprevost para manter-se na coligação com Greca.

Em nota, Ducci alegou que o momento de pandemia vivido pelo país o impediu de seguir com a pré-candidatura. “Toda esta situação ocasionada pela pandemia me fez refletir, não vai ser uma campanha normal, não poderemos sair às ruas, discutir e apresentar ideias. E tenho também as minhas missões na Câmara dos Deputados. Muitas delas, em que dediquei a minha energia, em vias de serem decididas. Por estes motivos e, em acordo com o meu partido, decidi abrir mão de ser candidato neste momento”, afirmou.

LEIA MAIS – Sem vaga como vice de Greca, PP pode lançar Maria Victoria como candidata à prefeitura de Curitiba

O deputado lembrou que o PSB fez parte da construção da candidatura de Greca em 2016 e que, assim, segue o caminho natural de manter apoio ao prefeito. “Neste sentido, mantendo a coerência do PSB, um partido que tem mais de 20 anos de história em Curitiba, resolvemos apoiar a coligação encabeçada pelo prefeito Rafael Greca e pelo vice Eduardo Pimentel, que já conta também com o apoio do governador do estado, Ratinho Junior”, disse.