Em três semanas, dois jovens de uma mesma família foram executados a tiros, no Tatuquara. Na noite de domingo, Aldemar Ventania, 19 anos, foi chamado em casa e baleado na Avenida Pero Vaz de Caminha, nas Moradias Laguna.

Socorrido pelo Siate, ele não resistiu e morreu no Hospital do Trabalhador. No mês passado, o sobrinho dele, Daniel Ventania Santana, 15, morreu com um tiro na cabeça, na invasão Bela Vista.

Parentes de Aldemar contaram que o jovem estava em casa, com o padrasto, quando, pouco antes das 22h, uma pessoa bateu na porta e disse que queria falar com ele. Aldemar avisou o padrasto que iria ver o que queriam e saiu.

Logo depois, tiros foram ouvidos e os parentes do jovem foram avisados que Aldemar tinha sido baleado nas imediações e levado ao hospital. A polícia apurou que o jovem era usuário de drogas.

Sobrinho

Em 19 de setembro, Daniel foi executado com um tiro, na esquina da Rua São Sebastião com a Rua Nossa Senhora do Guadalupe, na invasão Bela Vista. O autor do disparo fugiu na motocicleta que estava com o adolescente. O veículo foi abandonado em outra vila do bairro.