Mais de 2 mil vagas de emprego estão disponíveis em todo o Paraná na Agência do Trabalhador. São cerca de 200 ofertas só em Curitiba e mais 300 na região metropolitana. As vagas são para atividades essenciais, que estão em funcionamento normal durante a pandemia do coronavírus. 

O atendimento presencial nas Agências do Trabalhador do Paraná estão suspensos. Portanto, só é possível os trabalhadores se candidatarem pela internet no site https://empregabrasil.mte.gov.br/ ou pelo aplicativo para celular Sine Fácil, disponível gratuitamente para os sistemas Android e IOS. 

LEIA MAIS: Paraná não definiu quantas pessoas vão receber os R$ 50 do Cartão Comida Boa; veja quem tem direito

A Agência do Trabalhador de Curitiba continua atendendo pelo telefone, ajudando na intermediação de vagas online e tirando dúvidas. Os telefones são: (41) 3883-2214 (Seguro Desemprego); (41) 3883-2218 (vagas); (41) 3883-2207 (empresas).

Os setores que mais estão contratando durante a crise são supermercados e serviços de call center. “Importante que essas empresas que seguem abertas respeitem sempre as condições de trabalho de seus empregados, que neste momento é crucial”, explica o secretário da Justiça, Família e Trabalho do Paraná, Ney Leprevost.

O site do governo também pode ser usado para empresas que estão ofertando vagas para trabalhadores. Em março, a Agência do Trabalhador empregou  10.286 mil pessoas.

LEIA MAIS: Servidores do Paraná com empréstimo consignado poderão suspender pagamentos por 90 dias

Como prevenir a contaminação por coronavírus

  • Lavar as mãos com frequência/ ou utilizar álcool 70%, principalmente antes de consumir algum alimento;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca, higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
  • Manter ambientes bem ventilados, evitar contato próximo com pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;
  • Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações;
  • Pessoas com sintomas de infecção respiratória aguda devem praticar etiqueta respiratória (cobrir a boca e nariz ao tossir e espirrar, preferencialmente com lenços descartáveis, e depois lavar as mãos).

Baixe o guia de prevenção para compartilhar!

Imprima esse guia em PDF com informações sobre a prevenção do Coronavírus e outras doenças respiratórias virais: