No seu último compromisso da visita de três dias a Pernambuco, em uma entrevista a uma emissora de rádio local, o candidato do PDT à Presidência da República, senador Cristovam Buarque, garantiu que não vai seguir as recomendações que tem recebido para bater em Lula e na corrupção do seu governo para subir nas pesquisas.

"Todo mundo diz que eu poderia crescer se batesse em Lula e na corrupção. Eu não farei isso. Por que a corrupção é a podridão na superfície da sociedade. Eu estou preocupado com a ferrugem da engrenagem da sociedade".

Cristovam disse no entanto, que todo mundo sabe que Lula abandonou os compromissos que assumiu para a educação. "Eu fiz o projeto de Lula, muito bom. Cheguei no Ministério e comecei a fazer as coisas que podia, as outras transformei em projeto de lei e enviei para a Casa Civil", disse ele complementando: "ele deixou na gaveta, então não posso deixar de dizer que Lula traiu nesse sentido. Isso é uma crítica". O senador embarca no início da tarde para Brasília.