O presidente da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) dos Correios, senador Delcídio Amaral (PT-MS), disse que será contratada uma empresa de
auditoria para ajudar a cruzar dados de documentos, em especial as quebras de sigilo do empresário Marcos Valério de Souza e de dez fundos de pensão.

Delcídio afirmou que, nesta sexta-feira, entregará o pedido ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). A idéia é contratar a empresa até a próxima semana.

"Provavelmente será uma empresa de renome internacional para trazer experiência nesses procedimentos", disse. Segundo Delcídio, serão consultados orçamentos de três ou quatro empresas.