Este sábado (20) foi dia de faxina para centenas de moradores da Vila Esperança, Asa Branca e Jardim Atuba II, no Atuba, que participaram de um grande mutirão de limpeza promovido pela administração regional Boa Vista, secretarias municipais do Meio Ambiente, Obras Públicas, e Fundação de Ação Social. O 20º Batalhão de Infantaria Blindado (BIB), que funciona no Bacacheri, também participou das atividades.

Desde cedo já era possível ver, em frente às residências, o lixo previamente separado pelos moradores. Isto porque durante a semana agentes de saúde e as lideranças da comunidade percorreram as casas para avisar sobre a realização do mutirão de limpeza. Antes das 11h oito caminhões de lixo e entulho já haviam sido retirados, mas durante todo o dia adultos e crianças se empenharam na separação do material que ainda não estava pronto para a coleta. "O que não puder ser levado hoje será retirado na segunda-feira", assegurou a administradora regional da Boa Vista, Janaína Gehr.

Entulhos acumulados foram retirados dos quintais e levados pelos caminhões da prefeitura que percorreram as ruas das comunidades das Vilas Esperança, Asa Branca e do Jardim Atuba II. O caminhão da limpeza pública coletou entulhos como caliças, madeiras, pedaços de móveis e resíduos vegetais. O caminhão do Lixo que Não é Lixo levou os materiais recicláveis como plásticos, vidros, papéis e alumínios e o caminhão do Disque Solidariedade, da FAS, retirou os materiais que pudessem ser reaproveitados para doações.

"Estes entulhos atraem a aranha marrom e podem ser um foco para o mosquito da dengue. A presença da Prefeitura aqui conosco hoje é muito importante", avaliou o presidente da Associação de Moradores Asa Branca e Campo Alto, Odair Soares.

De barco

Equipes da Secretaria do Meio Ambiente e do Exército percorreram o rio Atuba de barco para limpar o rio e retirar o lixo e entulhos que dificultam a vazão da bacia em casos de chuvas fortes. Os trechos limpos serviram para o plantio de árvores frutíferas, mas isto ficou por conta de um grupo de 16 alunos da Escola Municipal Anísio Teixeira, que aderiram à atividade. A menina Ivani, de 10 anos, gostou de participar da atividade. "Acho que a limpeza do rio é importante, mas é bom que a gente plante as árvores perto do rio", observou.

Ao lado das lideranças da comunidade, funcionários da Prefeitura também fizeram visitas domiciliares aos moradores das três comunidades onde vivem cerca de duas mil famílias para levar informações sobre preservação ambiental e saúde.

A administradora da Regional Boa Vista, Janaina Gehr, define esta ação como preventiva e educativa, voltada à valorização das famílias que vivem em áreas de risco social. "E este é um compromisso que a administração Beto Richa tem com a população que mais necessita dos serviços da prefeitura. Com isso é possível estabelecer uma co-responsabilidade levando os serviços municipais até eles e proporcione mais qualidade de vida", disse a administradora regional.