Passa de 15 mil o número de notificações de dengue em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, somente este ano. A média de crescimento da doença está entre 8% e 8,5% de um dia para o outro. Amanhã, os vereadores da capital votarão em regime de urgência, o projeto de lei que prevê o controle e prevenção da dengue na cidade.

A nova lei municipal vai dar ao prefeito Nelson Trad Filho (PMDB), os instrumentos legais para combater a doença. Entre as medidas obriga os proprietários de imóveis a realizarem a limpeza dos quintais, recolher o lixo como pneus, latas, plásticos, conservar as piscinas limpas e tratadas, vasos de plantas com areia, como outros objetos que possam acumular água, sob pena de multa entre R$ 100,00 e R$ 800,00.

Entre as mudanças está a que é preciso que as pessoas também se mobilizem contra a doença e o intuito deste projeto de lei é conscientizar a população sobre a importância da colaboração no combate à doença, fazendo o que é considerado básico, segundo os autores.