O plenário do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro rejeitou recursos dos ex-governadores Rosinha e Anthony Garotinho e manteve sua inelegibilidade. Em 9 de julho, o tribunal concluíra que Garotinho prometeu benefícios em Sapucaia em troca de votos para o deputado Geraldo Pudim – cuja cassação também foi mantida. Eles ainda podem recorrer.