Araçatuba – O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo determinou abertura de inquérito policial para investigar o prefeito Edinho Araújo (PPS), de São José do Rio Preto, interior de São Paulo, acusado de beneficiar uma empreiteira em contratos de obras feitos com o Serviço Municipal de Água e Esgoto (Semae). A denúncia aponta a existência de um possível esquema de cartas marcadas para beneficiar a empresa Itaí em uma licitação para obras de recuperação de um poço artesiano para abastecimento de água do município. O caso começa a ser investigado pela Polícia Civil, a pedido do TJ, que acatou a denúncia feita à Procuradoria-geral da Justiça por vereadores do município. Nesta semana, uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) entregou relatório final das investigações, sem indiciar nenhum dos nove nomes citados em casos de corrupção, entre eles o do prefeito Edinho Araújo.